A História de Chaves/PA

Histórico

Chaves Pará - PA
 
Histórico
 
 
O atual município localiza-se na zona fisiográfica de Marajó e Ilhas.
Primitivamente fora uma aldeia dos índios aruanas, onde os Capuchos da Província de Santo Antônio fundaram uma missão para catequizar os selvículas.
Por ato de Francisco Xavier de Medonça Furtado, em 1757, a aldeia adquiriu o predicado de Vila, passando a servir de centro militar em fins do século XVIII.
Um fato de grande significado ocorrido no município, em 1823, foi o ato de adesão, com a proclamação, de D. Pedro I, Imperador do Brasil.
Em 1833, Chaves passou a chamar-se Equador, e, em 1844 readquiriu a denominação anterior, por ocasião da marcação dos seus limites.
No período republicano, em 1889, ocorreu a criação da Comarca de Chaves, que foi instalada no ano seguinte.
Em 1891 a Vila do então município obteve elevação à categoria de Cidade. Gentílico: chaveense Formação administrativa Elevado à categoria de vila com a denominação de Chaves, em 1758. Em 1833, a vila de Chaves tem nova denominação de Equador voltando a denominar-se Chaves em 1838.
Pela lei provincial nº 811, de 14-04-1874, é criado o distrito de Afuá e anexado ao município de Chaves. Pelo decreto estadual nº 170, de 02-08-1890, desmembra do município de Chaves o distrito de Afuá. Elevado à categoria de município.
Elevado à condição de cidade e sede do município com a denominação de Chaves, pelo decreto estadual nº 270, de 23-01-1891. Pela lei municipal nº 29, de 25-11-1902, são criados os distritos de Chaves, Arapixi e Arrozal e Prainha.
Em divisão administrativa referente ao ano de 1911, o município é constituído de 4 distritos: Chaves, Arrozal, Arapixi e Prainha.
Pelo decreto estadual nº 668, de 07-06-1932, o município de Chaves passou a denominar-se Santo Antônio de Aruãs.
Em divisão administrativa referente ao ano de 1933, o município já denominado Santo Antônio de Aruãs é constituído de 4 distritos: Santo Antônio de Aruãs, Arapixi, Arrozal e Prainha.
Assim permanecendo em divisões territoriais datadas de 31-XII-1936 e 31-XII-1937.
Pelo decreto-lei nº 3131, de 31-10-1938, o município de Santo Antônio de Aruãs voltou a denominar-se Chaves. Sob o mesmo decreto é criado o distrito de São Sebastião de Viçosa, criado com território da Zona da Ilha de Viçosa e anexado ao município de Chaves e ainda pelo mesmo decreto extingue os distritos de Arapixi, Arrozal e Prainha. No quadro fixado para vigorar no período de 1944-1948, o município é constituído de 2 distritos: Chaves e São Sebastião da Viçosa. Em divisão territorial datada de 1-VII-1960, o município é constituído de 2 distritos: Chaves e São Sebastião da Viçosa. Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2005. Alteração toponímica municipal Chaves para Santo Antônio de Aruãs, alterado pelo decreto estadual nº 668, de 07-06-1932. Santo Antônio de Aruãs para Chaves, alterado pelo decreto-lei n 3131, de 31-10-1938.

 

Fonte

IBGE
Design by Eduardo Rocha