escolaedimar 

 A reforma e ampliação da Escola Municipal Edmar Barbosa, em Chaves no Marajó, segue em ritmo acelerado. A instituição foi escolhida como piloto do programa SER Ribeirinho - Escolas Sustentáveis, programa implantado por meio do decreto municipal 021 /2017, com o objetivo de favorecer o desenvolvimento da educação em áreas predominantemente ribeirinhas e rurais.

A expectativa é que até outubro a primeira parte da obra seja concluída. Esta etapa contempla a reforma estrutural da escola, abrange a disposição da caixa d’água/mirante, refeitório, cozinha, e construção e adequação do espaço que abrigará a horta suspensa. Este último tópico é monitorado por técnicos agrícolas e um engenheiro ambiental do Município, em parceria com engenheiros agrônomos da  Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado do Pará (Emater). 

Após a conclusão total de toda a parte estrutural, a escola receberá a instalação de módulos fotovoltaicos, conhecidos também como painéis ou placas solares, que são dispositivos utilizados para converter a energia solar em energia elétrica. A Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Educação (SEMED), já adquiriu um total de 280 destes equipamentos que serão instalados na escola Edmar Barbosa e demais instituições de ensino do Município.

 

 De acordo com técnicos, os painéis solares têm potencial para produzir um total de 76 KWP (Quilowatts-pico), gerando energia limpa e sustentável. O investimento em tais equipamentos representa uma economia de R$ 57.000 reais ao ano, considerando o consumo medido pela empresa fornecedora de energia elétrica. No caso da utilização do motor gerador a economia chega a R$ 63.000 ao ano. 

O Projeto Ser Ribeirinho-Escola Sustentável é uma política de governo do atual prefeito, Bira Barbosa, que prevê investimento na infraestrutura escolar, modernização das salas de aulas e criação de laboratórios, com o propósito de estimular o convívio da comunidade no ambiente escolar e, consequentemente, reduzir a evasão dos alunos, além de influenciar positivamente no aprendizado dos estudantes. “Trata-se de um projeto inovador e sustentável, voltado para a qualidade de vida da população, a preservação do meio ambiente e melhora de todo o ecossistema", ressaltou o prefeito.