mosaico 1

Ações realizadas pela Prefeitura de Chaves, no arquipélago do Marajó, marcaram as comemorações do 7 de setembro, nas comunidades do município. Equipes da prefeitura percorreram as comunidades ribeirinhas, oferecendo diversos serviços à população, por meio das Secretarias de Educação, Saúde, Assistência Social, Agricultura e Infraestrutura, em ações integradas.

As atividades iniciaram no dia 02 e se estendem até 11, de setembro. As ações fazem parte do Projeto Sustentável Ser Ribeirinho.

Comunidades localizadas às margens do rio Jururá e baixo Cururu receberam atendimento das equipes da Prefeitura que oferecem atividades voltadas ao incentivo e fortalecimento da agricultura familiar com foco no desenvolvimento sustentável dessas comunidades. No decorrer das ações, técnicos agrícolas do munícipio e da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado do Pará (Emater-Pará), orientavam os moradores quanto a classificação das espécies a serem cultivadas, a época mais favorável ao plantio, o preparo do terreno, o cuidado com a formação das mudas, o espaçamento entre as plantações, período de colheita e o controle de pragas.

Além das atividades voltadas ao desenvolvimento e fortalecimento da atividade agrícola, profissionais da Secretaria Municipal de Saúde realizaram ações de incentivo e orientação, junto aos pais e responsáveis pelos menores de 1 a 5 anos, sobre a importância da imunização dos filhos contra doenças como o sarampo e a poliomielite e assim contribuir com a meta estipulada nacionalmente. Na ocasião, os técnicos realizaram uma grande campanha de vacinação de forma a alcançar o maior número de crianças em idade de receber as doses. Os pais também foram alertados sobre a importância de manter em dia a carteira de vacinação de seus filhos e assim livrar os pequenos de doenças tidas como erradicas (caso do sarampo e da poliomielite), mas que voltaram a preocupar as autoridades com o surgimento recente de casos pelo país.

mosaico 2

 

Ainda durante a programação, a Secretária de Educação do município, Joselena Tavares, reuniu com os professores das localidades atendidas, para discutir projetos do munícipio desenvolvidos neste segundo semestre letivo, além de orientações didático-pedagógicas e também relativas a questão do rendimento escolar nas unidades da região. Na ocasião, a Secretária ressaltou a importância dos profissionais da área em incentivar o envolvimento e a aproximação das famílias ao dia a dia dos alunos no ambiente escolar. “O familiar é um potencial fortalecedor do combate à evasão escolar. Precisamos unir forças para não deixarmos nossas crianças desistirem da escola”, ressaltou a educadora. Durante a visita, profissionais e moradores se uniram aos alunos da Escola Ribeirinha Sustentável Edmar Barbosa e Polo Educacional Baixo Cururu, para prestigiarem o desfile escolar em comemoração à Independência do Brasil.

Já aos técnicos da Secretaria de Assistência Social coube a realização do cadastramento para o bolsa-família e o alerta sobre a obrigatoriedade do recadastramento periódico para a manutenção do benefício social, principalmente às famílias que estão com o cadastro desatualizado há mais de dois anos, pois correm o risco de terem o benefício cancelado. Outro detalhe destacado, ressaltou o compromisso dos pais em manter os filhos matriculados e frequentando a escola regularmente, evitando, assim, o trabalho infantil.

"É muito importante que os responsáveis saibam que, para manter o benefício do Bolsa Família, e exigido uma frequência escolar mínima de 85% da carga horária mensal para estudantes de 6 a 15 anos e de 75% para estudantes de 16 e 17 anos.