O município de Chaves, no Marajó, foi convidado pelo Instituto Federal do Pará (IFPA) Campus Belém, para ministrar a aula inaugural da primeira turma do Curso de Especialização em Tecnologia Social em Saneamento Saúde e Ambiente na Amazônia. A aula inaugural aconteceu na última segunda-feira (05), no Auditório Central da Instituição. O Prefeito Bira Barbosa participou da programação juntamente com o Secretário Adjunto de Meio Ambiente do município, Giovani Rezende; a Secretaria de Educação, Joselena Correa; e a Secretária de Assistência de Social, Betânia Barbosa.

A aula inaugural foi aberta a toda a comunidade acadêmica e contou com palestras seguidas de debate. Chaves apresentou o Programa “SER Ribeirinho – Escola Ribeirinha Sustentável”, ministrada por Betânia Barbosa (Fotógrafa) e Giovani Rezende (Eng. Ambiental). 

Durante sua participação no evento, o Prefeito Bira Barbosa, ressaltou a importância do Projeto para o crescimento sustentável do município. "É uma felicidade sem tamanho ter a oportunidade de estar à frente de algo tão necessário e transformador para nossa região. Mais feliz fico, pelo fato de tudo isso estar iniciando em nosso município. Espero que a cidade se aproprie do programa de tal forma, que também se orgulhe e nos ajude a levar o SER RIBEIRINHO para o mundo", disse o Prefeito.

Projeto - O Programa SER Ribeirinho - Escola Ribeirinha Sustentável, foi instituído pelo decreto municipal 021/2017, idealizado com o propósito de favorecer o desenvolvimento da educação em áreas predominantemente ribeirinhas e rurais, no Município de Chaves, Ilha de Marajó, Estado do Pará. Por meio do programa, o município está desenvolvendo práticas pedagógicas contextualizadas na realidade local, potencializada pela produção cultural do município, por práticas agrícolas e meios sustentáveis de produção. O programa também visa inserção de tecnologias ambientais nas unidades escolares, por meio da criação de espaços que favoreçam a construção de uma cidadania vinculada a valores que estimulem relações de coexistência entre homem e natureza. O Programa está sendo implantado em duas escolas do município localizadas nas localidade do Cururu, onde a escola Municipal Edmar Barbosa está sendo reformada e ampliada de acordo com o programa sustentável e também a Escola Municipal São Sebastião de Arapixi, na localidade de Arapixi. Trata-se de dois projetos inovadores. O primeiro está sendo construído com recursos próprios do município e o segundo conta com a parceria do governo do Estado do Pará.

O Projeto Ser Ribeirinho-Escola Sustentável é uma política de governo do atual prefeito, Bira Barbosa, que prevê investimento na infraestrutura escolar, modernização das salas de aulas e criação de laboratórios com o propósito de estimular o convívio da comunidade no ambiente escolar e, consequentemente, reduzir a evasão dos alunos, além de influenciar positivamente no aprendizado dos estudantes. “Trata-se de um projeto inovador e sustentável, voltado para a qualidade de vida da população, a preservação do meio ambiente e melhora de todo o ecossistema", ressaltou Betânia Barbosa na ocasião.