Festividades do Glorioso São Sebastião recebeu na manhã da última sexta-feira, (31) de de maio o Título de Patrimônio Cultural Brasileiro, na Vila de Arapixi, município de Chaves, no Marajó.

A manifestação cultural de devoção ao santo guerreiro foi registrada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) em 2013. A cerimônia de outorga do título contou com a presença do Superintendente do (Iphan-PA), senhor Cyro Holanda de Almeida Lins, que entregou o título ao representante da comunidade, senhor José Maria Barroso. 

 

A solenidade ocorreu durante as Festividades de Nossa Senhora das Graças, momento em que foi empossada a nova diretoria da Irmandade do Glorioso São Sebastião de Arapixi, Biênio 2019-2021.

 Festividades - A manifestação religiosa ao Glorioso São Sebastião chegou ao Marajó, por meio dos missionários e colonizadores portugueses. Para os moradores do arquipélago do Marajó, o santo é o protetor dos vaqueiros, pescadores, seringueiros, e agricultores.

A solicitação para o reconhecimento das Festividades como Patrimônio Cultura Brasileiro foi realizado em 2007, junto ao (Iphan), por meio da Irmandade do Glorioso São Sebastião de Cachoeira do Arari. Uma pesquisa foi realizada na região, e identificou que 14 dos 16 municípios que compõem o arquipélago promovem as festividades ao Glorioso Santo, sendo a de Cachoeira do Arari a mais antiga.